quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Prefeitura participa de ato para implantação de IEMA na área Itaqui-Bacanga


Prefeitura participa de ato para implantação de IEMA na área Itaqui-Bacanga
O vice-prefeito Julio Pinheiro participou na tarde de terça-feira (19), no Palácio dos Leões, da assinatura de protocolo de intenção entre o Governo do Estado e Companhia Vale para implantação de uma unidade do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema), na área Itaqui-Bacanga. Representando o prefeito Edivaldo, Julio Pinheiro assinou o protocolo como testemunha da parceria. A Vale participa da iniciativa com a cessão do prédio, onde funcionava o Senai, na Vila Embratel, para a implantação do novo Iema.
Segundo o governador Flávio Dino este é mais um passo no concretização do projeto do Iema, que é uma rede complementar ao Instituto Federal de Educação (Ifma). "A demanda é grande e os efeitos do projeto do Iema são muito positivos. É um projeto exitoso, com uma metodologia correta, com bons resultados", ressaltou Flávio Dino.
O vice-prefeito de São Luís, Julio Pinheiro, destacou a importância da iniciativa. " O Iema vem atender a uma demanda reprimida em nossa cidade, nessa modalidade de ensino, especialmente na área Itaqui-Bacanga, onde há mais 200 mil habitantes. Vai possibilitar o acesso da juventude ao ensino integral profissionalizante, que tem papel importante na cadeia produtiva, na formação e disponibilidade de profissionais para o mercado. O Governo do Estado e a Prefeitura de São Luís estão de parabéns pelo caminho que seguem em melhorar cada vez mais a qualidade de vida das pessoas e garantir que a educação chegue aos diversos lares da nossa cidade", disse.
"Saúde, geração de renda e educação, são linhas de investimento da Vale nos territórios onde atuamos", destacou o diretor de Operações da Vale, Antônio Padovezi, explicando ainda que já tem outras parcerias com o Estado, em projeto de extensão e pesquisa com a Universidade Estadual do Maranhão (Uema), e que quando o Senai encerrou o ciclo de atividades na Vila Embratel, disponibilizou o prédio para o Iema, com o objetivo de contribuir na melhoria da qualidade de vida na área.
Também assinaram o protocolo de intenções, o secretário de Estado de Ciência e Tecnologia, Davi Teles, e o reitor do Iema, Jhonatan Almada. Participaram do ato, os deputados estaduais Bira do Pindaré(PSB) e Luciano Leitoa(PSB); o presidente da Comissão de Licitação do Estado, Odair José Neves; o secretário de Estado de Governo, Antônio Nunes, e representando a comunidade da área Itaqui-Bacanga, o presidente da Associação Comunitária da AIB, Ivan Júnior.

Flávio Dino entrega Hospital de Balsas; “Vai salvar muitas vidas”, diz moradora

Governador Flávio Dino entrega Hospital Regional de Balsas e amplia acesso a saúde na região sul do Maranhão. (Foto: Divulgação)

O governador Flávio Dino entregou nesta quarta-feira (20) o Hospital Regional de Balsas. A unidade tem 50 leitos e vai atender uma região com 246 mil habitantes.
Governador Flávio Dino entrega Hospital Regional de Balsas e amplia acesso a saúde na região sul do Maranhão. (Foto: Divulgação)
A inauguração encerra uma espera de décadas dos moradores, que muitas vezes tinham que ir para Imperatriz para receber atendimento mais complexo.
“Há três anos, eu tive que levar minha mãe com urgência para Imperatriz, arriscando não chegar viva. Se já tivesse um hospital assim, não teria precisado. Vai salvar muitas vidas”, diz a moradora Maria de Abreu.
“Aqui precisava de um hospital desse porte, é uma grande alegria”, afirma outra moradora, Maria dos Anjos.
O governador Flávio Dino afirmou estar “muito feliz por concretizar um objetivo de décadas”. Ele ressaltou que o hospital não substitui, e sim complementa o trabalho dos municípios na Saúde, uma vez que a unidade é destina a casos mais graves. É por isso que o novo hospital tem uma UTI equipada com equipamentos de última geração.

Pesquisa sobre o câncer avança com o Biobanco de Tumores


Unidade do HU-UFMA desenvolve estudos sobre tipos de câncer que mais atingem a população maranhense

O Brasil é marcado pela diversidade, entre outros aspectos, nas características genéticas de sua população devido a miscigenação de raças. O que isso tem a ver com a ciência médica? Que pesquisas específicas precisam ser realizadas para que diagnósticos e tratamentos de certos tipos de doenças possam ser mais eficazes. Entre elas o câncer. É exatamente o trabalho que o Biobanco de Tumores e DNA do Maranhão (BTMA), ligado ao Hospital Universitário da UFMA (HU-UFMA), tem desenvolvido ao longo dos seus quase sete anos de funcionamento. É o primeiro do Nordeste cadastrado e aprovado pelo Conselho Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP), vinculado ao Conselho Nacional de Saúde/MS e faz parte da Rede Brasileira de Bancos de Tumores.  

O fragmento do tumor de um paciente retirado durante uma cirurgia representa um material valiosíssimo para a pesquisa, se for direcionado a um Biobanco, onde receberá os cuidados necessários para conservar a amostra, que ficará disponível aos pesquisadores para pesquisas futuras por tempo indeterminado.  Esse, inclusive, é um detalhe importante que diferencia Biobanco de Biorrepositório, pois este último tem um prazo máximo de armazenamento de dez anos e é relacionado a uma pesquisa especifica de responsabilidade de um pesquisador. Já o  Biobanco fica disponível para pesquisadores de todas as instituições de pesquisa, desde que atendam os critérios éticos exigidos no regulamento.

As amostras são concedidas por pacientes assistidos no Hospital Universitário da UFMA, vinculado a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, e de outras instituições. No BTMA são guardadas amostras dos tipos de câncer que mais atingem a população maranhense, por meio da captação de fragmentos de tecido tumoral, tecido sadio e líquidos biológicos. Entre eles, podem ser encontrados os de pênis, colo de útero, vagina, reto, canal anal, cavidade oral.   O Biobanco é uma referência no estudo do HPV. Há também fragmentos do tumor do câncer de mama e em breve terá o de câncer de próstata.

Entre as diversas pesquisas em andamento a partir do material armazenado, uma delas estuda a “Associação de HPV em mulheres climatéricas com doença arterial coronariana”, desenvolvida pela ginecologista e coordenadora do BTMA, Luciane Brito, como produto de seu pós-doutorado.  O estudo foi realizado com mulheres entre 35 e 65 anos, que foram assistidas no setor de hemodinâmica e ginecologia do HU-UFMA. “O objetivo era, justamente, avaliar a relação da doença cardíaca com o virus HPV, pois todas as mulheres estudadas já tinham feito cateterismo ou angioplastia”, explica a pesquisadora. O resultado do estudo mostrou que o HPV de alto risco oncogênico está associado com doenças cardíacas entre mulheres climatéricas

A coordenadora enfatiza que o Biobanco representa um grande avanço nas pesquisas, por disponibilizar uma biblioteca de amostras biológicas de variados tipos de câncer, armazenados criteriosamente, uma vez que o local possui equipamentos de ponta.

A equipe de pesquisadores formada por médicos, biomédicos, biólogos, enfermeiros, farmacêuticos, técnicos de laboratório e alunos de iniciação científica unem forças para suprir a carência de dados sobre os cânceres no Estado do Maranhão. A coleta do material biológico é realizada seguindo um rigoroso protocolo; garantindo a qualidade da amostra e preservando o sigilo e a confidencialidade dos pacientes, respeitando os princípios éticos.

O Biobanco atende aos requisitos da Resolução CNS nº 441/2011 e Portaria MS nº 2.201/2011 que estabelece as Diretrizes Nacionais para Biorrepositórios e Biobanco de Material Biológico Humano com a finalidade de pesquisa e mantem parcerias com pesquisadores locais, nacionais e internacionais, a exemplo, da Universidade do Porto e do Instituto de Oncologia de Portugal, da Universidade Estadual de Campinas e do Instituto Nacional de Câncer – INCA. Luciane Brito destaca esse intercâmbio como fundamental e enfatiza que a troca enriquece a pesquisa. “Eles podem ter acesso ao nosso banco e vice-versa e assim, vamos somando esforços para investigar o câncer”, argumenta.   

A gerente de Ensino e Pesquisa do HU-UFMA, Rita Carvalhal Frazão, reforça a importância da investigação cientifica no benefício para a população. “O Biobanco proporciona à área da saúde um campo vasto para pesquisa resultando em uma contribuição expressiva nas ações de prevenção, controle e tratamento.   É com essa perspectiva que a gestão se empenha em apoiar o desenvolvimento das atividades científicas no Biobanco”, assegura.

Informaçoes da Cãmara municipal de São Luís

Câmara Municipal realizará audiência
pública sobre saúde de São Luís
Nesta sexta-feira (22), às 10h, a Câmara Municipal de São Luís realizará uma audiência pública para discutir a saúde pública na capital maranhense. A audiência foi proposta pelo vereador Marcial Lima (PEN) que acredita ser importante o debate para encontrar soluções para melhorar o serviço oferecido à população ludovicense.
Dentre os assuntos em pauta, estão tanto as condições atuais das unidades de saúde quanto a demora enfrentada por pacientes que desejam ser atendidos na rede pública.
“Vamos discutir a situação das unidades de saúde, os hospitais de emergência. Vamos discutir a situação dos funcionários, o trabalho que é prestado nestas unidades, o atendimento. Por que são tantas filas? Por que as pessoas esperam tanto tempo para marcar uma consulta? Toda essa estrutura da saúde municipal será debatida em audiência pública”, afirmou o parlamentr do PEN.
Marcial Lima lembrou que é papel do vereador discutir melhorias para a população, principalmente quando o assunto é de suma importância para a sociedade.
“Todo cidadão tem interesse nesse tema que é fundamental para São Luís. Queremos contar com a presença dos vereadores, autoridades e também do secretario de Saúde do município, Lula Fylho, que já se comprometeu a participar, e todas as entidades representativas de saúde do Maranhão”, concluiu.
Marcelo Poeta quer garantir reformas
em sedes de associações em três bairros

A realização de investimentos que contribuem para o bem estar dos moradores é uma das marcas do mandato do vereador Marcelo Poeta (PCdoB). Constantemente, o parlamentar se reúne com lideranças comunitárias para discutir novos projetos que possam contemplar a população em diversos setores. Uma das pautas debatidas recentemente foi à realização de obras de infraestrutura nas sedes das Associações de Moradores do Pão de Açúcar e Alto do Pinho e na União de Moradores do Anil. 
O objetivo, segundo Marcelo, será reformar esses prédios visando transformar esses espaços dentro das necessidades de cada comunidade, principalmente nas áreas de educação, esporte e cultura. 
"Por entender que o Anil e comunidades adjacentes ainda precisam de muitas coisas nós temos visualizado algumas ações possíveis como o mandato do vereador. E ouvindo a população temos observado que uma das principais reivindicações é a revitalização das associações de moradores que são espaços que atuam dentro das necessidades de cada comunidade, principalmente nas áreas de educação, esporte e cultura", declarou.
Poeta afirmou que o cronograma de reformas deve ser iniciado pela União de Moradores do Anil. Segundo ele, as obras na sede da entidade devem incluir reforma na cobertura, com troca de telhas e forros, além de construção de salas para creches e quadras para a prática esportiva. "Essas obras vinham sendo reivindicadas pela população, mediante disso, vamos atender ao pedido dos moradores", completou.
No Alto do Pinho, a sede da associação de moradores também ganhará adequações, ampliação e pintura, obras que mudarão o visual da entidade, possibilitando uma melhor acomodação para a realização de eventos e lazer na localidade. A associação de moradores do Pão de Açúcar também será presenteada adequações da sede, com pintura nova e novos espaços, ficando ainda melhor para a realização de eventos da comunidade local.


Ricardo Diniz acompanha empresários
que pedem vagas para carga e descarga

Atendendo às solicitações dos empresários, o vereador Ricardo Diniz (PCdoB) acompanhou a visita a Canindé Barros, titular da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes, que teve a presença de representantes da Associação Comercial do Maranhão e da Câmara de Dirigentes Lojistas.
Os empresários pediram que o secretário tome medidas necessárias para a criação de vagas de carga e descarga, próximas aos estabelecimentos comerciais no Centro, na avenida Castelo Branco, no São Francisco e no bairro do João Paulo, com as devidas sinalizações.
De acordo com Ricardo Diniz, a iniciativa vai contribuir para a melhoria do tráfego de veículos de carga em locais movimentados da cidade. "Com essas vagas os entregadores de mercadorias vão ter a oportunidade de estacionar em vagas autorizadas", explicou o vereador.
Ricardo Diniz já apresentou requerimento Nº 795/2017 solicitando ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) e a Canindé Barros estudos técnicos para a liberação de estacionamento rotativo nos bairros do João Paulo, Centro e São Francisco.
"A falta de vagas para estacionamento afeta diretamente o comércio dessas regiões da cidade, pois muitas pessoas deixam de parar o carro para comprar, devido à falta de lugar para estacionar", concluiu Diniz.

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Atendendo proposta de Cézar Bombeiro, Câmara concede titulo de Cidadão de São Luís ao advogado Ronald Ribeiro

O advogado e ex-presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Maranhão, o paraense da ilha de Marajó,  Ronald Ribeiro,  recebeu nesta terça-feira, (20), o título de cidadania ludovicense da Câmara de vereadores de São Luís. A iniciativa da homenagem foi do vereador Cézar Bombeiro (PSD) .  A sessão solene, ocorrida à tarde no plenário da Câmara, foi muito concorrida e dela participaram inúmeros advogados, secretários de estado, prefeito,
familiares e amigos do homenageado. Ao usar a tribuna, Cézar Bombeiro fez referências elogiosas ao advogado homenageado. Ele frisou que na sua trajetória Ronald Ribeiro teve papel importante nas lutas sindicais e destacada atuação nas causas humanitárias.

O vereador lembrou que Ronald Ribeiro foi também dirigente da torcida organizada "Garra  Tricolor", defendia, nessa condição, a paz entre as torcidas, o bom futebol e a transparência na gestão dos clubes, especialmente do Sampaio Correa, seu time de coração. Ronald Ribeiro, por sua vez, ao usar a tribuna, agradeceu a iniciativa do vereador Cézar Bombeiro, fez um grande relato da sua vivencia em São Luís, para onde migrou com a sua família, da ilha do Marajó, no estado do Pará. Ronald Ribeiro bacharelou-se em Direito em 1998 na Universidade Ceuma em São Luís. Finalizou seu discurso dizendo que agora tem um motivo a mais para gostar de São luís, pois agora é ludovicense de coração.